Home-office grandes empresas

Como Bosch, Softplan, BASF e Resultados Digitais estão aplicando o home-office

Na última semana vimos de uma hora para outra toda empresa não só falar amplamente sobre trabalho remoto e home-office, mas também adotar massivamente o modelo. Para nós que defendemos o tema há anos, é triste ver que tudo isso tenha ocorrido motivado por um momento de pandemia e crise global.

Seja como for, está claro que esse agora é um caminho sem volta. Por isso, achei interessante conversar com alguns clientes e parceiros, para entender como está sendo para eles essa adoção do home-office, mesmo que, de certa forma, “forçada”.

E para ficar ainda mais interessante, optei por falar com grandes empresas de diferentes setores. Todas referências no que fazem, para trazer diferentes pontos de vista e enriquecer ainda mais esse compartilhamento de experiências. Afinal de contas, estamos vivendo uma situação bastante crítica e qualquer compartilhamento de informações úteis nesse momento, ainda mais embasadas na prática e experiência, é de grande valor.

BOSCH – evoluindo processos

Conversei com o Lucas Frugis, Head of Digital na Bosch.

Segundo Frugis, aplicaram o home-office em definitivo no dia 23/03, mas durante a semana anterior iniciaram o processo de migração gradual com seus times, cancelamentos de viagens e visitas a nível mundial. Reuniões importantes como as do board da empresa e com o vice presidente, que antes eram somente presenciais, foram mantidas, só que remotas. Questões que antes eram tratadas somente no presencial, agora precisarão ser abordadas no virtual.

Frugis comentou que na semana do dia 16/03 iniciaram uma análise para entender o que daria ou não para ser feito de casa.

“O interessante disso foi que a necessidade de estar virtualmente trabalhando, trouxe à tona algumas questões que já sabíamos, mas que não queríamos entrar a fundo no momento. Ou seja, processos que hoje são muito manuais e 100% offline, agora em home-office, precisam ser digitalizados. Se não fizermos isso, ou paramos o processo ou precisamos fazê-lo presencialmente, o que não faz sentido. O ponto positivo foi o ganho de força e atenção nos pontos burocráticos e manuais que sempre estiveram ali, mas que ninguém dava atenção antes.” – Lucas Frugis

Apesar de tudo isso e da previsão de 40 dias de home-office, Frugis prevê um impacto baixo nas atividades da empresa, apesar de um impacto forte no mercado.

Frugis também comentou que a Bosch divulgou para todos os colaboradores um manual de boas práticas, do que fazer e não fazer no home-office. Desde a organização do espaço físico, até cuidados quanto a segurança da informação. Foi divulgado também um documento com os 10 mandamentos para a produtividade em home-office.

Para finalizar, Frugis comentou que a equipe de Digital já está habituada a usar algumas ferramentas que hoje são fundamentais nesse modelo home-office. Tais como o Skype para as reuniões remotas, além do Slack e do Trello para um tracking do trabalho executado.

Softplan – 100% em home-office

Conversei com o Guilherme Tossulino, Chief Innovation and New Business Officer na Softplan.

Segundo Tossulino, a Softplan está hoje 100% em home-office. São mais de 1900 pessoas conectadas e produzindo remotamente. Para isso, criaram um comitê de crise para tratar diversos assuntos desse momento, incluindo a prática do home-office.

“Várias equipes já praticam o trabalho remoto, mas atuar com todos em todo o tempo é uma novidade pra nós e também para a maioria das empresas.” – Guilherme Tossulino

Tossulino comenta que seu time de comunicação interna envia diariamente dicas e recomendações de boas práticas, além de compartilhar conteúdos visando saúde, bem estar e produtividade de todos que estão trabalhando de casa.

“A saúde e segurança das pessoas é o ponto mais importante. No entanto, nossa agenda não parou, estamos mantendo todos os compromissos via videoconferência. Tem sido um desafio, mas estamos muito satisfeitos com o resultado da primeira semana. Entendemos que há melhorias a serem feitas, mas a adaptação foi rápida e sem muitos prejuízos para nossas entregas.” – Guilherme Tossulino

BASF – Foco no bem estar em home-office

Conversei com o Carlos Henrique Almeida, Experience Coordinator na BASF

Segundo Almeida, diante da atual situação a BASF tomou ações rápidas para manter a segurança e a saúde de seus colaboradores e parceiros. Possuem um comitê de crise regional que atua com o comitê global, e desde os primeiros casos identificados na China, estão implementando medidas preventivas em todas as localidades.

Almeida comenta que aplicaram o home-office para os colaboradores dos escritórios e vendas, com acompanhamento constante dos líderes remotamente com suas equipes. Na unidade do Morumbi em São Paulo, por exemplo, dispensers com álcool gel foram instalados nos andares, refeitórios e áreas comuns. Uma campanha de práticas de higiene também foi uma das primeiras medidas adotadas, seguindo também as recomendações da OMS.

Espaços como o onono, que é o Centro de Experiências Científicas e Digitais da BASF em São Paulo, cancelou todas as atividades presenciais até 31 de Março, até que novas recomendações sejam emitidas pelo comitê de segurança. Entretanto, o ambiente virtual do onono segue operando com tudo. Almeida também me apresentou a plataforma plus.onono.com.br, que é gratuita e disponibiliza conteúdos de inovação e transformação digital que podem inspirar o ecossistema. Os conteúdos vão desde cases com clientes até práticas de mindfulness e cuidados pessoais.

Almeida comenta também da existência de um comitê organizado pelo RH que está constantemente em contato com as lideranças, avaliando quais medidas adicionais podem ser tomadas para garantir o bem-estar dos colaboradores nesse período de incertezas.

“Alguns times, como o do próprio onono, por exemplo, implementaram uma dinâmica visando estar juntos mesmo à distância: a qualquer momento do dia, alguém solta um desafio no grupo e manda uma foto instantânea que ela esteja vivendo, e o restante do grupo tem até 1h para enviar uma foto similar. Por exemplo, a categoria é Momento da foto: pausa pro almoço, então vão surgir fotos de pratos de comida, ou até mesmo alguém que está fazendo um lanchinho enquanto está numa conference call. Quem não envia a foto em até 1h, paga uma prenda a ser definida pelo grupo. Ações como essa ajudam a manter o espírito de equipe, e vão muito além dos calls diários de checkpoint, em que tratamos do que cada um vem fazendo.” – Carlos Henrique Almeida

Resultados Digitais – 100% digital

Conversei com o Luis Lourenço, Business and Product Manager na Resultados Digitais.

Segundo Lourenço, a RD levou a público todas as ações que a empresa tem feito para lidar com toda essa situação. Você pode ver o material completo nesse link, mas listo abaixo as medidas adotadas.

  • Home-office para todas as equipes desde o dia 16/03.
  • Todas as viagens foram canceladas.
  • Disponibilizaram a ferramenta Matrix, um projeto open-source e gratuito que simula um escritório online, facilitando a interação virtual entre colegas.
  • Guia de boas práticas de trabalho remoto.
  • Cancelamento do RD on the Road 2020.
  • Equipe da plataforma RD Station segue operando normalmente.
  • Gerentes de Sucesso e Suporte seguem disponíveis.

Também achei esse material bem completo da RD, com dicas para ajudar quem está adotando o home-office agora.

Além disso, Lourenço também compartilhou que seguem utilizando o Slack para a comunicação e o CRM para acompanhar a produtividade de vendas. Comenta também que a RD já possui playbooks para tudo, o que facilita bastante esse movimento de home-office para todos. E realizam reuniões diárias de no máximo 30 minutos dentro de cada time, para alinhamentos sobre a evolução dos trabalhos.


Confesso que foi gratificante poder conhecer mais a fundo como essas grandes empresas estão lidando com tudo isso, além de poder compartilhar aqui todas essas ações.

Agradeço imensamente ao Lucas Frugis, ao Guilherme Tossulino, ao Carlos Henrique Almeida e ao Luis Lourenço, por pararem um pouco em meio a toda essa situação crítica que vivemos, para compartilhar essas experiências. Esse tipo de ato reforça o fato de que agora é hora de nos apoiarmos e nos ajudarmos a superar tudo isso.

#estamosjuntos

Tech Sob Demanda

Ideal para projetos pontuais e rápidos

Tech Dedicado

Ideal para demandas de médio e longo prazo

Vibbra Squad

Ideal para desenvolver novos projetos

Vibbra Enterprise

Ideal para um alto volume de horas mensais fixas

Receba nossas News!

Cadastre-se na nossa newsletter para acompanhar as novidades da Vibbra e do mercado.

Amplie seu conhecimento

Olá! Me chamo Rodrigo e estou disponível para te ajudar!